Close

Cultura de Alagoas

Circuito Alagoas Feita à Mão: um caminho repleto de cultura em Maceió

Uma terra cheia de riquezas naturais e notórios artistas, não poderia deixar de dar o merecido destaque aos mestres do patrimônio vivo. E foi exatamente com a proposta de enaltecer esses artistas que nasceu o Circuito Alagoas Feita à Mão. Projeto que trouxe para Maceió réplicas de esculturas desses artistas em pontos-chave da orla da cidade!

Circuito Alagoas Feita à Mão

Foto: Kaio Fragoso – Reprodução

Neste post você confere quais são essas esculturas, quem são seus autores e onde elas estão localizadas. Afinal, não dá pra perder a oportunidade de registrar essas obras incríveis quando estiver na capital alagoana!

O Beijo 

Localizada ao lado da Lagoa da Anta, no bairro de Cruz das Almas, a escultura “O Beijo” é autoria de Dona Irinéia. A artesã é intitulada como Patrimônio Vivo de Alagoas desde 2005. Medindo cerca de seis metros, essa e as demais esculturas são feitas em isopor naval e fibra de vidro. Além disso, são revestidas em barro e contém proteção especial para resistir às intempéries.  

Dona Irinéia Rosa Nunes, é conhecida por suas cabeças, vasos e panelas moldadas a partir do barro avermelhado. Elas trazem em si histórias de lutas e conquistas dos moradores do Quilombo dos Palmares, o maior do Brasil.

O Boi Bumbá 

Artesão de esculturas produzidas em cerâmica João das Alagoas, é autor da escultura do “Boi Bumbá”. João Carlos da Silva Freitas, também é dono de uma oficina de artes. A obra foi implantada na Avenida da Paz, bairro do Jaraguá. A escultura traz a imagem da ilustre figura do folclore nordestino.

Suas saias esculpidas em alto e baixo relevo representam as histórias que envolvem o universo do folclore nordestino. Seus casamentos, batizados e as mais típicas brincadeiras de rua das crianças brasileiras.

João das Alagoas é natural de Capela, município do interior do estado. Tendo a imaginação como sua aliada, João dá vida ao barro. Também intitulado Patrimônio Vivo de Alagoas, João tem obras expostas em diversos museus espalhados pelo país e ainda em importantes instituições do exterior, como por exemplo o Museu da Cidade do México. 

O Leão

O Mestre André da Marinheira é quem assina a autoria de “O Leão”, terceira escultura do Circuito Alagoas Feita à Mão. Especialista no trabalho com madeira, na família de André três de seus 20 irmãos também são artesãos. 

Diferente do pai que utilizava ferramentas como facas, machadinhas e outras coisas, o artesão trabalha com uma técnica chamada de pirografia, que consiste em usar o fogo para dar aparência e forma às suas esculturas.

O Leão, do Mestre André da Marinheira, está fixado na Avenida Assis Chateaubriand, próximo à entrada do bairro do Pontal da Barra.

 

Agora que você já conheceu um pouco sobre as obras e os autores, não perca a oportunidade de apreciar e garantir seus registros com as esculturas do Circuito Alagoas Feita à Mão. Além disso, confira outras curiosidades, roteiros e dicas de nosso estado aqui no blog!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Localização

Nosso WhatsappNosso Whatsapp